Próximo passo

20 de nov de 2012


Quis caminhar, mas não consegui. Lembrei daquilo que parecia bom, fiquei preso ao passado. Andei e andei no passado, e agora pareço estar com medo. Não consigo entender o que é isso que me faz ficar parado. Sei que preciso continuar seguir em frente. Parece-me confuso esse medo. Dou um passo, estou incerto se é realmente esse passo, fico tentado a dar outro, entretanto o outro já foi tão incerto que não quero me perder e dar esse errado. Fico na dúvida, lembro-me de novo do passado. Crio coragem, mas recuo. Recuo por estar calejado por ter sido tão machucado pelos espinhos do caminho, pelas pedras no sapato. Meus pés já estão cansados de sofrer. Mas como um andarilho que sou preciso continuar, sinto essa necessidade. Adoro correr risco, mas antes de tê-lo, tenho medo. O risco sempre me traz a dúvida se estou combinando pelo lugar correto, na maioria das vezes sim, mas quando não, o que fazer? Retorno? Faço tudo de novo, ou apesar da ferida sigo em frente? Ando cansado, mas ando de cabeça erguida. Ando olhando pro Horizonte, para aquilo que está no final, aquilo que me dê esperança... Caminho para o caminho ando por essa estrada, faço dela uma jornada. A jornada da esperança daquilo que ainda não sei o que alcançarei no final.


Esse post foi escrito por Thiago Silva:

Thiago, 20 anos. Namorando (te amo amor, hihi) Apaixonado pelo Fluminense, tem  como paixão esse time de tantas vezes campeão. Adora escrever, e tem o sonho de um dia, quem sabe, ser jornalista. Gosta de computador, seriados, filmes, musicas, e óbvio livros e textos, muitos textos. Escreve por prazer. Conversa por querer, adora gente nova. E das velhas também.  Você lerá aqui o que penso, e vejo acontecer. @thiagosilvaffc

0 comentários:

Postar um comentário