O que você quer ser quando crescer?

20 de jul de 2013

O que eu vou estudar na faculdade? É difícil arrumar emprego? Vou ser bem remunerado? Posso atuar em outras áreas?

Acho que a resposta para a pergunta do título sempre foi a mesma (pelo menos é assim que eu me lembro): “quero ser arquiteta!” Sempre respondi assim sem mal saber o que era a profissão, só sabia que iria fazer projetos de casas. E pra mim isso já era o máximo. E ainda é. Mas hoje, as vésperas de começar minha tão desejada faculdade, me pego cheia de dúvidas.

E se eu me arrepender? Posso trancar? Mudar de curso? Em quanto tempo termina? Já posso começar a trabalhar?

Perguntas. Perguntas. Perguntas.

Já perdi as contas de quantas pessoas indaguei, não só a respeito da carreira que estou escolhendo, mas principalmente sobre o futuro, da minha vida profissional e como “gente grande”.

Logo eu que sempre fiz questão de planejar tudo, me vejo no escuro, sem saber o que vai acontecer ou como vai ser minha vida daqui pra frente.

2013 foi pra mim o ano das escolhas. Desisti de uma faculdade lá no inicio do ano, venci meu medo de pegar um lápis e desenhar e decidi ouvir o que eu sempre disse em resposta a uma pergunta tão clichê, vou ser arquiteta, não adianta correr. Não pode ser o mais fácil, tem que ser o melhor.

Mesmo com tanta gente dando opinião, ainda bem que escolhi assim. Comecei um preparatório pra prova de desenho que eu mais temia, e agora ela não me assusta mais. Conheci pessoas novas, maravilhosas, e descobrir que eu tenho que acreditar em mim.

É por mim, não por eles. Assim que tem que ser.


Já fiz minha escolha. Agora boa sorte pra mim.


0 comentários:

Postar um comentário