Projeto de Organização: O início

22 de set de 2013

Recentemente minha vida mudou bastante: sai do estágio que fazia desde de dezembro para começar a trabalhar em outro lugar.

A maior mudança pra mim foi a de horários, agora passei a trabalhar de 9 as 18h e tenho faculdade geralmente no período de 18:30 as 22:50h.

Além de conciliar todos os horários, preciso dar um jeitinho de fazer as coisas básicas do dia a dia e ainda arrumar tempo para estudar. Por isso estou começando meu “Projeto de Organização”.

Claro que ja comecei e falhei projetos como esse inúmeras vezes, mas a minha sensação é que se não fizer nada que possa me ajudar agora vou pirar em bem pouco tempo.

O que eu fiz primeiro?

A primeira coisa que fiz quando decidi me organizar foi visitar blogs com dicas e inspirações (meu favorito ainda é o Vida Organizada), para identificar e adaptar métodos que funcionassem para mim e para as minhas necessidades.

Claro que muitas coisas não vão dar certo na primeira tentativa, essa primeira adaptação é importante   se você já conhece sua rotina e sabe o que precisa a chance de não funcionar diminui muito, mas é colocando em prática que você vê o que realmente funciona melhor pra você.

Colocando em prática:

A verdade é que na teoria tudo é mais fácil, por isso é tão importante adaptar métodos e dicas para as suas necessidades.

Por exemplo, um dos primeiros métodos que eu comecei a usar foi a Caixa de Entrada, um lugar para anotar basicamente tudo o que você precisa lembrar mais tarde (o que comprar, o que fazer, ideias, enfim a lista é enorme). O método original é o GTD, e para começar resolvi que usaria um bloquinho com caneta, e separaria por dia as informações que fossem surgindo.

Até ai tudo bem, parece bem fácil, mas como anotar uma ideia que surge no caminho do trabalho enquanto você está em pé no ônibus lotado em movimento? Apesar de amar fazer listas no papel, o método perderia a função se eu tivesse que esperar chegar ao meu destino para só então anotar. 

Exemplo de listas feitas no App Keep - Imagem da Internet
Para resolver, baixei um aplicativo no celular chamado Keep, com ele consigo fazer listas e anotações usando o teclado ou ditando (ele transcreve o que foi dito). Com ele separo listas por temas, por exemplo, Compras farmácia, Comprar mercado, Tarefas Dia, Tarefas Semana, Providências, etc. Vou apenas atualizando as listas no dia a dia. Ou criando notas com ideias que surgem, por exemplo.

Esse foi só um exemplo da adaptação de um método para as minhas necessidades, coisas que eu só pude perceber na primeira vez que passei pela situação.

Próximos passos:

Agora que já estudei bem um pouco sobre o assunto Organização, encontrei alguns métodos que quero trazer para a minha vida, conforme for experimentando conto para vocês o que funcionou ou não.


2 comentários:

  1. Tem como trabalhar mesmo fazendo faculdade?? Tô querendo arrumar um emprego mas tenho medo de não ter tempo para os trabalhos da facul.....


    carlafavaro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla,
      Olha estudar e trabalhar é complicado, mas dá sim. Na minha turma por exemplo (faço a noite), são poucos os que não trabalham.
      O complicado é gerenciar o tempo mesmo, mas se você se programar pra fazer os trabalhos durante os fins de semana - e com antecedência - fica tranquilo.
      Claro que eu to só no primeiro período, e ao que parece o volume de projetos vai aumentando conforme o tempo, mas ai cada um precisa conhecer os seus limites. Até agora pra mim tá sendo tranquilo.

      Espero ter ajudado,
      Beijos!

      Excluir