5 coisas para 2016

8 de jan de 2016
Mais um ano, mais um post de metas.

Mas antes, vamos ao balanço do ano passado, falhei em quase todas as metas, primeiro porque esqueci que tinha aquelas metas, e depois, como já contei, 2015 foi um ano bem estranho, e eu simplesmente deixei os dias passarem, sem me preocupar muito com nada. Mas um dos meus objetivos para o ano passado - você pode ver a lista toda aqui - era definir uma meta a longo prazo, e isso eu finalmente consegui fazer. Em meio a todas as crises existenciais do ano passado, comecei a pensar mais sobre o futuro e em como as coisas que eu faço hoje podem mudar tudo lá frente. Mas isso é papo pra outro post. 

Vamos as metas desse ano?

Reformar meu quarto
Esse ano sai! E essa uma meta bem motivacional, dar aquele ar de renovação sabe?
Uma das minhas últimas lições de 2015 foi: se ninguém pode, dê um jeito de fazer sozinha. E tenho levado isso para todas as áreas da minha vida! 
Reformar meu quarto demanda um trabalhão, as paredes são muito úmidas, então além de lixar, emassar e pintar, tem que raspar bem cada pedacinho com umidade e aplicar um impermeabilizante. Como meu orçamento anda curto, resolvi comprar o material e eu mesma me aventurar no mundo da poeira. Acompanhem a saga!

Ler os dois livros que peguei emprestado
Enrolar, enrolar, enrolar. Não defini um número de livros da minha estante dessa vez, mas preciso ler os dois que peguei emprestados a décadas e tenho adiado, porque são muito grandes pra carregar, porque tenho que terminar o outro que estou lendo, porque estou cansada, porque, porque, porque. Desse ano não passa!

Aprender um novo software
Cada vez mais as empresas cobram mais e mais softwares para trabalhos em arquitetura, no último semestre tive que fazer meu portfólio para uma das matérias que cursei - conto mais no resumo do 5º período - e percebi que sei muito menos do que gostaria e do será cobrado no mercado de trabalho. Quero aprender muitos softwares, mas botei pelo menos um como meta, pra pelo menos começar.

Comer menos doce
Desde que parei de comer carne tive que começar a me alimentar melhor, mas nos últimos meses tenho pisado na bola. Sei que não tenho muita alternativa a não ser voltar a comer melhor, mas P-R-E-C-I-S-O diminuir a quantidade de açúcar que tenho ingerido. Já andei lendo muitos artigos sobre os males do açúcar refinado, e preciso diminuir ele na minha alimentação.

Fazer o máximo de coisas da minha lista de 101 coisas em 1001 dias
E essa é quase como definir mais 100 metas para o ano! Mas na verdade não tenho vontade de fazer muitas das coisas que estão ali, por isso quero fazer o máximo que eu conseguir daquela lista. A data final para o projeto é em setembro, por isso imprimi e coloquei pertinho de mim no quarto pra fazer as coisas mais fáceis que tenho adiado.
Menos expectativas, mais realizações!

0 comentários:

Postar um comentário